Começam os atendimentos nas unidades de ensino no mutirão do Programa Saúde na Escola

A Escola Municipal de Educação Básica (EMEB), Orzina de Amorim Soares, no bairro Jardim Vitória, regional Norte, foi a primeira unidade educacional a receber o Mutirão do Programa Saúde na Escola. Nesta quarta-feira (14), mais de 400 alunos receberam diversos tipos de atendimentos preventivos e de promoção de bem estar social. Os atendimentos nesta unidade vão até sexta-feira (16), das 07 às 11 horas.

 

 

Pais e alunos presentes discutiram a importância das unidades contribuírem para a formação integral dos estudantes por meio de ações de atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede pública de ensino e também da participação das famílias e da comunidade de uma forma geral, viabilizando uma gestão educacional mais integrada.

 

Entre os serviços oferecidos estão: atualização do calendário vacinal e ações de promoção à saúde, como prevenção à obesidade, cuidados com a saúde bucal, auditiva e ocular, orientações para o combate ao mosquito Aedes aegypti, incentivo à atividade física e prevenção das doenças sexualmente transmissíveis, as DST/Aids. Também durante a ação, foi realizado ainda o plantio de mudas nativas por meio do projeto Verde Novo 300.

 

De acordo com o secretário Municipal de Educação, Alex Vieira Passos, este novo modelo de gestão quer a comunidade envolvida, participando ativamente e buscando o desenvolvimento.

“Este trabalho é feito de forma integrada, para que essas crianças e adolescentes tenham um amplo atendimento à saúde. Nesse primeiro atendimento já identificamos as demandas e daremos continuidade dentro daquilo que podemos solucionar com o aparato dos 30 profissionais especializados na área de educação e saúde”, afirmou lembrando que essa é uma determinação do Prefeito Emanuel Pinheiro, que quer a aproximação do executivo municipal da comunidade, em todos os serviços que são prestados.

Psicólogo, enfermeiro, educador físico, médico, massoterapeuta, fisioterapeuta, dentista, oftalmologista, educador ambiental, nutricionista, entre outras áreas,  totalizando 30 profissionais especializados atenderão 2.670 alunos durante este primeiro semestre em outras quatro unidades regionais do município.

 

Para a diretora da EMEB, Elizany Rosa, a escola e a comunidade só tem a ganhar. “A escola sozinha não avança, as crianças precisam estar assistidas integralmente não somente com o ensino, mas fisicamente, mentalmente, emocionalmente e, esse atendimento perpassa por todas as secretarias parceiras, que tem papel fundamental na construção de uma gestão escolar eficiente e produtiva”, relata.

Atualizar a situação vacinal dos estudantes é uma das metas obrigatórias do programa. Duas das mais recomendadas para o público serão prioridade no programa: HPV e meningite.

O professor de educação física da unidade, Valdiney Souza, acredita que o projeto se encaixa com a metodologia de engajamento entre a comunidade e a escola. “Existe uma distância entre os pais e o aluno e isso ainda precisa ser superado, dentro dos projetos educacionais a comunidade é fundamental para novas diretrizes de evolução do sistema”, pontuou.

 

A pequena Sara Souza, aluna do 3° ano do ensino fundamental, gostou da movimentação da escola. “O que eu mais gostei foi de poder consultar com dentista, eu nunca fui e agora eles estão aqui na minha escola”, disse.

 

Durante os atendimentos realizados nesta quarta-feira os casos considerados mais graves foram encaminhados para unidades de saúde do bairro para realização de exames e demais procedimentos.

A ação é fruto da parceria entre as Secretarias Municipais de Educação, Saúde e Serviços Urbanos.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Programe - Se: Chegada do Papai Noel, festival de música, stand up e show nacional agitam o feriado

November 15, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo