• Sérgio Luiz Potrich

Em busca de Recursos: Prefeito Clodoaldo Monteiro reúniu com Governador Mauro Mendes


O Governo do Estado pretende ampliar a parceria com os municípios por meio do fortalecimento dos Consórcios Intermunicipais de Desenvolvimento Econômico, construindo um novo modelo de gestão. Para debater o assunto os prefeitos participaram de reuniões com o governador Mauro Mendes nesta sexta-feira (5), em Cuiabá. Durante o encontro, em que os gestores foram atendidos de forma regionalizada, os prefeitos apresentaram várias demandas, principalmente relacionadas à infraestrutura, como recuperação de estradas e pontes. 

O presidente da Associação Mato-grossense  dos Municípios- AMM, Neurilan Fraga, que também participou da reunião, disse que dos 15 consórcios intermunicipais, 10 são atuantes, mas a expectativa é que em 60 dias todos estejam ativos . “É preciso que os prefeitos que não sejam filiados aos consórcios  se associem, pois a prioridade do Governo será o atendimento das demandas coletivas”, assinalou.  O governador Mauro Mendes reforçou que as soluções coletivas para os municípios terão preferência sobre as individuais. Em maio haverá uma nova rodada de reuniões de trabalho com os consórcios, que serão atendidos separadamente. Mendes pediu que os prefeitos se reúnam para estabelecer prioridades e sugestões de como o Governo do Estado pode ajudar cada região. As propostas elaboradas devem ser encaminhadas ao Governo do Estado com, no mínimo, três dias de antecedência para que o governador e equipe possam estudar as sugestões e verificar a possibilidade de atendimento das demandas.  “Equipar os consórcios está dentro das nossas diretrizes e o Estado está disposto a colocar recursos em soluções coletivas, apesar de todas as dificuldades”, afirmou. As reuniões de trabalho com os consórcios devem acontecer a cada dois meses para debater as demandas regionais. O governador Mauro Mendes reconheceu a complexidade da saúde no estado e disse que até o final do mandato dos atuais prefeitos pretende quitar os débitos do estado com os municípios. Ele pediu ao secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, para agendar reuniões com os prefeitos, via consócio de saúde, para ouvir a demanda de cada região.


149 visualizações
Quem Somos | Redação | Contato
  • Zero Hora Notícias

© 2017 por CaradaWeb.com | Todos direitos reservados.