• Sérgio Luiz Potrich

Presidente do TRF - 4 mantém Lula preso


O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), Thompson Flores, decidiu pela manutenção da prisão do ex-presidente Lula. 

Depois da decisão do relator dos processos da Lava Jato no TRF-4, desembargador, decidir pela manutenção da prisão do ex-presidente Lula, o desembargador federal plantonista do TRF também da 4ª Região, Rogério Favreto ordenou novamente a soltura do ex-presidente na tarde deste domingo (08.07). No início da tarde, Gebran Gibran Neto disse o colega Favreto, tinha sido induzido ao erro pelo deputados que impetraram o habeas corpus. Gebran Neto tinha determinado que a Polícia Federal se abstenha de praticar qualquer ato que modifique decisão da 8ª Turma, que confirmou a condenação de Lula. "Portanto, sendo assim, para evitar maior tumulto para tramitação deste habeas corpus, até porque a decisão proferida em caráter de plantão poderia ser revista por mim, juiz natural deste processo em qualquer momento, determino que a autoridade coautora e a Polícia federal do Paraná se abstenha de praticar qualquer ato que modifique a decisão colegiada da 8ª Turma, Turma responsável pelos casos da operação Lava Jato", diz trecho do despacho de Gebran. O imbróglio continua. Vejamos: Primeiro o desembargador federal plantonista do TRF-4, Rogério Favreto decidiu conceder liberdade a Lula. Em seguida, o juiz Sérgio Moro se recusou a cumprir a determinação e afirmou que o desembargador plantonista não tinha competência para mandar soltar Lula. O desembargador federal João Pedro Gebran Neto, relator dos processos da Lava Jato em segunda instância, determinou que não fosse cumprida a decisão de Favreto. Favreto, por sua vez não aceitou a decisão de Gebran e emitiu um novo despacho, reiterando a decisão e mandou soltar o ex-presidente. 


22 visualizações
Quem Somos | Redação | Contato
  • Zero Hora Notícias

© 2017 por CaradaWeb.com | Todos direitos reservados.